2 senhoras a cavalo com o pôr do sol ao fundo

Carolina | Teste da nova FE 24-70mm f/2.8 GM II

Susanna Kosa e Dennis Schmelz

Os realizadores Susanna Kosa e Dennis Schmelz tinham planeado, de forma independente, fazerem umas férias na pitoresca ilha da Sardenha. Quando lhes pedimos para testarem a nova FE 24-70mm f/2.8 G Master Mk II, consideraram que esta era uma oportunidade imperdível para testarem a nova lente e aproveitaram algum tempo das suas férias para realizarem este belo filme, intitulado "Carolina".

Susanna foi a principal força impulsionadora por trás do filme. Saiba mais sobre as suas ideias abaixo. Dennis fotografou a sessão e forneceu todas as imagens de bastidores.

Quais foram as suas primeiras impressões acerca da lente?

A 24-70mm G Master que já utilizava é talvez a lente mais usada, por ser tão versátil e permitir captar desde paisagens a grandes planos, por isso, estava curiosa por ver os resultados da Mk II. Fiquei logo contente quando peguei nela porque é significativamente mais leve e um pouco mais pequena do que a Mk I. É possível desativar os cliques do anel de abertura, para um funcionamento silencioso, e bloquear o anel, para não alterarmos a abertura acidentalmente, o que é muito útil para um realizador. Por ser muito mais leve, considero muito melhor o equilíbrio na minha Alpha 7S III e FX3 e nada pesada à frente. Isso faz uma grande diferença quando utilizamos um gimbal, fácil de operar só com uma mão.

susanna kosa a cavalo a filmar outra senhora a cavalo

© Dennis Schmelz | Sony α1 + FE 24-105mm G OSS | 1/640s @ f/4.0, ISO 400

Como avalia o desempenho da nova lente em comparação com a versão MK1 anterior?

Trabalho quase sempre com a focagem manual e, até há pouco tempo, era totalmente contra a focagem automática; achava que era uma função para principiantes. Há cerca de um ano, fiz os primeiros testes com a Alpha 7S III e as minhas lentes G Master e fiquei impressionada com o desempenho do AF. Já estava muito satisfeita com a 24-70mm GM Mk I, mas, ocasionalmente, o AF não era perfeito. A focagem automática na nova Mk II é uma coisa de outro mundo. Utilizei-a muito nesta sessão, com a FX3 como câmara principal e a Alpha 7S III como câmara de gimbal. Quase 80% do filme foi gravado em modo AF. Eu que era a maior crítica do AF e defensora da focagem manual, mas de facto, a focagem humana já não consegue acompanhar esta tecnologia. É um prazer ver estas imagens porque, em três dias de gravações, não houve uma só em que a focagem automática não estivesse perfeita; nem uma! Incrível! Mas agora o dilema de escolher na pós-produção é ainda maior, porque a maior parte das imagens estão excelentes :-)

susanna kosa a fazer enquadramento com a sua sony alpha 7sm3

© Dennis Schmelz | Sony α1 + FE 24-105mm G OSS | 1/125s @ f/4.0, ISO 100

Durante as gravações, utilizei muito a focagem automática de olhos, de olho humano ou animal, bem como a função de rastreio. É silenciosa e incrivelmente precisa, sem falhas, o que me deixou contente, pois é muito difícil captar animais e crianças, especialmente se não forem atores treinados.

Temos de seguir as suas ações naturais, o que pode ser caótico e dificulta muito a obtenção de boas imagens. Além disso, quando trabalhamos sozinhos, é um enorme alívio contar com a ajuda do equipamento. Após o primeiro dia de gravações, sentia uma confiança plena no meu equipamento e pude concentrar-me na arte do filme, na realização e em manter toda a gente entretida.

grande plano de sony fx3 com fe 24-70mm gm II

© Dennis Schmelz | Sony α1 + FE 24-105mm G OSS | 1/500s @ f/4.0, ISO 100

Enquanto realizadora, considerou útil alguma das novas funcionalidades?

A supressão da respiração de focagem é uma grande vantagem para mim e não notei qualquer respiração de focagem, apesar de mudar os pontos de focagem do primeiro plano para o plano de fundo algumas vezes.

O anel de abertura manual é muito prático para mim enquanto realizadora, especialmente porque funciona com feedback tátil (clique) ou de forma contínua. Habituei-me rapidamente e agora ajusto sempre a abertura através do anel da lente. Também gostei da possibilidade de bloquear o anel, para não alterar acidentalmente a abertura durante a filmagem.

susanna kosa a caminhar ao lado de 2 senhoras a cavalo enquanto as filma

© Dennis Schmelz | Sony α1 + FE 24-105mm G OSS | 1/500s @ f/4.0, ISO 400

Quais são as suas conclusões finais?

Utilizo as lentes G Master há alguns anos e adoro-as. Estão melhores a cada novo lançamento. Como trabalho principalmente com a FX6, FX3 e Alpha 7S III, as lentes Sony genuínas são a combinação perfeita e posso aproveitar ao máximo as funcionalidades destas câmaras, especialmente a incrível focagem automática! Mas aquilo que mais valorizo é a liberdade criativa que o meu equipamento me dá enquanto realizadora a solo. Capto imagens que antes eram impensáveis, para as quais teria de ter um assistente. Por exemplo, na "reveal shot" do filme, em que começo muito perto no rosto da mãe, ando 180° à volta dela e abro a imagem sobre a mãe e a filha numa grande angular. Dá-me uma enorme alegria poder pensar e trabalhar de forma ainda mais livre e criativa.

jovem a beijar cavalo na cabeça

© Dennis Schmelz | Sony α1 + FE 24-105mm G OSS | 1/1000s @ f/4.0, ISO 640

Susanna Kosa

Susanna Kosa | Germany

Adoro realizar filmes! Adoro as possibilidades infinitas de expressar a minha criatividade para contar histórias que tocam as pessoas.
Dennis Schmelz

Dennis Schmelz | Germany

"Há sempre uma história a contar e uma perspetiva nova a descobrir"

Histórias relacionadas

Inscreva-se para receber a sua newsletter α Universe

Parabéns! Subscreveu a newsletter α Universe com êxito

Introduza um endereço de e-mail válido

Lamentamos! Ocorreu um erro

Parabéns! Efetuou a subscrição com êxito