Sugestões de fotografia > Fotografar Cenas Noturnas Dramáticas

    Nível: Principiante

    LIÇÃO 7Fotografar Cenas Noturnas Dramáticas

    Distância focal: 135 mm/número F: 8.0/Velocidade do obturador: 5 seg./ISO: 400/Equilíbrio de brancos: Personalizado (3600K/M5)

    As vistas noturnas em viagens ou em locais paisagísticos são objetos muito populares para fotografar. Neste capítulo, irá aprender a captar uma magnífica vista noturna, reproduzindo com precisão a sua impressão da cena real.
    Primeiro, defina a câmara para o modo P e experimente as seguintes sugestões.

    Fotografar com um tripé

    Um tripé é a ferramenta mais eficaz para captar magníficas fotografias de vistas noturnas. Ao fotografar em situações de pouca luz como vistas noturnas, a velocidade do obturador abranda para aumentar a quantidade de luz que entra na câmara e a sensibilidade ISO é superior. Em resultado, a imagem tende a tornar-se pouco nítida, devido ao movimento da câmara, ou granulada com o aumento do ruído.

    Esta fotografia foi captada com a velocidade do obturador definida como 3,2 segundos. Com esta velocidade do obturador, a imagem acaba por ficar completamente desfocada, mesmo que o fotógrafo se esforce por permanecer imóvel.

    Velocidade do obturador: 3,2 seg.

    Se fixar a câmara a um tripé, pode captar uma fotografia nítida sem desfocagem mesmo a velocidades lentas do obturador. Ao mesmo tempo, defina a sensibilidade ISO para o valor mais baixo possível. Embora isso abrande a velocidade do obturador ainda mais, não precisa de se preocupar com a desfocagem, uma vez que a câmara está fixa a um tripé. Além disso, a sensibilidade ISO baixa pode reduzir o ruído. O valor mínimo da sensibilidade ISO varia consoante o modelo, mas recomendamos valores entre ISO100 e ISO400.
    Ao utilizar um tripé, desative a função SteadyShot para evitar um funcionamento incorreto. Além disso, a vibração da câmara que resulta da pressão do botão do obturador pode causar desfocagem. Definir o temporizador automático para 2 segundos é uma forma eficaz de impedir essa desfocagem.

    Distância focal: 50 mm/número F: 10/Velocidade do obturador: 5 seg./ISO: 200/Equilíbrio de brancos: Luz do dia

    Captada com um tripé, a fotografia acima não é afetada pela desfocagem. Com o tempo de exposição longo, o brilho da luz na água tem um aspeto magnífico, difundindo-se uniformemente por toda a superfície.

    O que deve fazer se não tiver um tripé?
    Se não tiver um tripé, encoste-se a uma parede ou poste próximo ou coloque a câmara num corrimão ou noutra superfície plana para manter a câmara estável e reduzir a desfocagem.
    Se estas abordagens não forem possíveis, utilize velocidades do obturador mais rápidas para reduzir o movimento da câmara. Se ocorrer desfocagem com a velocidade do obturador determinada automaticamente pela câmara, aumente manualmente a sensibilidade ISO. O valor máximo disponível da sensibilidade ISO varia consoante o modelo. À medida que a sensibilidade ISO é aumentada para ISO6400, 12800 e mais, a velocidade do obturador aumenta e a imagem é menos afetada pela desfocagem. No entanto, a imagem pode ser afetada por ruído e perda de detalhe.

    Distância focal: 24 mm/número F: 2.8/Velocidade do obturador: 1/40 seg./ISO: 3200/Equilíbrio de brancos: AWB

    Esta fotografia foi captada com ISO3200. A utilização de uma velocidade do obturador mais rápida impediu com sucesso a desfocagem. No entanto, se examinar a imagem ampliada, pode ver que está algo granulada com ruído, em comparação com a imagem com uma sensibilidade ISO inferior. Além disso, em termos de resolução de detalhes e de textura da superfície da água, a fotografia captada com o tripé tem melhor aspeto do que esta.

    Se o ruído for percetível, como neste caso, utilize o modo "Crepúsculo sem Tripé" na Seleção de Cenas (modo de captação). Neste modo, foram captadas continuamente 6 imagens com uma pressão do botão do obturador e estas imagens são combinadas com elevada precisão ao processar o ruído. Este processo permite fotografar vistas noturnas com menos ruído, em comparação com uma fotografia única normal.
    No entanto, uma vez que o modo "Crepúsculo sem Tripé" na Seleção de Cenas é um modo de captação automático, não pode mudar as definições de cor e brilho descritas na secção seguinte.

    Ajustar o brilho e a cor

    Se tiver aprendido a fotografar sem desfocagem, ajuste o brilho e a cor com base na sua imagem.
    O brilho pode ser ajustado com a compensação de exposição. O olho humano reconhece o céu noturno como "escuro" e as luzes dos edifícios e as iluminações como "claras". No entanto, a câmara tenta apresentar todas as cenas com o mesmo padrão de brilho, quer sejam escuras ou claras. Em resultado, ao fotografar vistas noturnas em que partes escuras (como o céu noturno) e partes claras (como luzes de edifícios) são combinadas, a exposição determinada pela câmara pode não reproduzir corretamente o brilho percecionado pelo olho humano. Isto torna difícil obter os resultados pretendidos ao fotografar vistas noturnas; o céu noturno parece desbotado ou as cores das iluminações da rua podem parecer esbatidas.

    Além disso, o brilho da fotografia é também afetado pelas definições da própria câmara, como, por exemplo, as definições do Estilo criativo.
    Primeiro, experimente fotografar sem compensação de exposição e ajustar a exposição com base nos resultados.

    Distância focal: 120 mm/número F: 6.3/Equilíbrio de brancos: Fluorescente: Branco Quente (-1) Saturação: +3 / Compensação de exposição: 0 Distância focal: 120 mm/número F: 6.3/Equilíbrio de brancos: Fluorescente: Branco Quente (-1) Saturação: +3 / Compensação de exposição: +0,7

    Sem compensação de exposição, esta fotografia ficou com pouca exposição devido às luzes fortes da rua. A paisagem urbana atrás do edifício está escurecida. Ao definir a exposição para +0,7, a fotografia foi composta com o brilho adequado.

    Agora, vamos passar ao ajuste da cor. Pode utilizar o equilíbrio de brancos para ajustar o tom global das cores. O equilíbrio de brancos automático [AWB], em que a câmara determina automaticamente o tom das cores, pode reproduzir fielmente as cores reais. No entanto, ao captar vistas noturnas de uma cidade, selecionar [Fluorescente: Branco Quente] acrescentará um tom azulado. Isto pode ser mais adequado para transmitir as características da iluminação artificial.
    Além disso, as luzes fortes, como os edifícios e iluminações urbanos, tendem a ficar esbranquiçados numa fotografia e as suas cores não parecem tão vívidas como esperado. Se isto acontecer, ajuste a saturação para o lado + das definições da opção no Estilo criativo, para que as luzes fiquem mais vivas e coloridas.

    Distância focal: 16 mm/número F: 6.3/Velocidade do obturador: 13 seg./ISO: 200/Equilíbrio de brancos: AWB Distância focal: 16 mm/número F: 6.3/Velocidade do obturador: 13 seg./ISO: 200/Equilíbrio de brancos: Fluorescente: Branco Quente (-1) Saturação +3

    Ao efetuar ajustes como estes, pode captar fotografias de vistas noturnas que captam a expressão dramática da vista da cena real.

    Como outras cenas, o melhor tom de cores para vistas noturnas varia consoante as suas preferências e intenção. Utilize integralmente as funções de ajuste, como a compensação de exposição, o equilíbrio de brancos e o Estilo criativo, até encontrar a sua fotografia preferida.

    Lentes com distância focal fixa práticas

    Com números F pequenos (aberturas máximas rápidas), as lentes com distância focal fixa permitem a entrada de uma grande quantidade de luz na câmara.
    Em resultado, pode fotografar vistas noturnas com menos desfocagem e ruído, mesmo em condições de pouca luz. Além disso, pode fotografar retratos e instantâneos com fundos bastante desfocados.

    Distância focal: 24 mm/número F: 2.8/Velocidade do obturador: 0,25 segundos

    A lente de distância focal fixa de 24 mm (equivalente a 35 mm em full-frame) inclui uma abertura máxima de F1.8 e oferece nitidez e contraste extraordinários em todo o fotograma, bem como áreas desfocadas com um bonito efeito "bokeh". A ampliação máxima é de 0,25x para grandes planos dramáticos de 1:4 e o mecanismo interno oferece utilização suave e silenciosa que os realizadores irão apreciar.

    Distância focal: 35 mm/número F: 1.8/Velocidade do obturador: 1/80 s

    Com uma qualidade de imagem excecional, mesmo na abertura máxima de F1.8, esta lente de distância focal fixa de 35 mm compacta e leve para câmaras full-frame é uma escolha versátil para tudo, desde fotografia de mesa a atividades ao ar livre. O funcionamento AF rápido, preciso e silencioso e o seguimento AF fiável fazem com que seja adequada para captar vídeos e fotografias.

    Distância focal: 55 mm/número F: 2/Velocidade do obturador: 1/80 s

    Esta lente fixa padrão com distância focal de 55 mm e abertura máxima de F1.8 produz o contraste e a resolução excelentes das lentes ZEISS® Sonnar para estruturas full-frame tipo E. Pode ainda criar belíssimos efeitos "bokeh" de fundo para destacar o objeto. A abertura máxima ampla e luminosa permite captar imagens sem tripé em condições de pouca luz e obter nitidez e clareza extraordinárias.