Sugestões de fotografia > Retratos Impressionantes com as Pessoas em Destaque

    Nível: Principiante

    LIÇÃO 1Retratos Impressionantes
    com as Pessoas em Destaque

    Distância focal: 180 mm/número F: 4.0/Velocidade do obturador: 1/250 s

    Se desfocar o fundo e realçar as pessoas, poderá conseguir fotografias impressionantes com um tema claro.
    Estas fotografias são denominadas retratos e esta técnica pode ser usada em instantâneos do dia a dia e em fotografias memoráveis de aniversários ou casamentos.
    Ao fotografar sem intenção, incluímos muitas vezes a figura inteira de uma pessoa no fotograma. Isso resulta em composição monótona, como numa fotografia de um documento de identificação.
    Neste capítulo, aprenderá algumas sugestões para realçar a pessoa e dar um acabamento mais impressionante às suas fotografias.
    Para fotografar, coloque a câmara no Modo A e abra ao máximo a abertura.

    Fotografar com o lado da teleobjetiva

    Se utilizar uma lente de zoom, aproxime-se tanto quanto for possível do motivo e dispare com o lado da teleobjetiva (com distâncias focais mais longas). Desta forma, pode eliminar os objetos circundantes indesejados e desfocar ainda mais o fundo para o destaque incidir apenas na pessoa.

    [1] Distância focal: 55 mm/
    número F: 1.8
    [2] Distância focal: 55 mm/
    número F: 1.8

    Nos exemplos anteriores, a fotografia [2] foi tirada aproximando-se do o e ampliando a parte superior do corpo. Como resultado, destaca-se a expressão do objeto, que fica mais expressiva. Fotografar em grande plano torna o fundo mais desfocado e realça a expressão da mulher.
    Para fotografias memoráveis em locais turísticos, as fotografias como [1], que inclui a paisagem circundante no enquadramento, poderão ser mais adequadas. No entanto, se pretender realçar apenas a pessoa, a [2] é mais impressionante.

    Considerações sobre a composição

    A alteração da composição faz uma grande diferença no ambiente das fotografias, mesmo quando fotografa o mesmo objeto.
    Nas fotografias casuais, existe a tendência para compor uma fotografia com o objeto no centro do enquadramento. No entanto, quando fotografar retratos, tente usar a "Regra dos Terços" na sua composição.
    Na composição da "Regra dos Terços", o enquadramento é dividido em 9 secções (3 horizontais × 3 verticais) e o objeto principal é colocado nas interseções das linhas divisórias. No caso dos retratos, coloque o centro do rosto ou dos olhos na intersecção.
    A "Regra dos Terços" é a base das fotografias equilibradas. Se não tiver a certeza sobre como compor a sua fotografia, tente usar a "Regra dos Terços". Tendo esta regra presente, poderá tirar automaticamente várias fotografias de qualidade. As câmaras α têm uma função na parte de trás da câmara para apresentar as linhas da grelha "Regra dos Terços" no monitor. Utilize esta função se precisar de uma orientação para a sua composição ao fotografar.

    Distância focal: 70 mm/número F: 4.0/Velocidade do obturador: 1/250 s

    Colocando apenas o centro da cabeça na linha divisória, a fotografia anterior ficou mais impressionante e mais bem equilibrada. Além disso, ao deixar um espaço na área para onde o objeto está a olhar, a fotografia consegue transmitir a atmosfera do momento.
    Além disso, como princípio básico, uma fotografia de retrato deve ser feita com orientação vertical como na imagem acima. Ao colocar o corpo da pessoa paralelo às margens longas da imagem, o fundo fica organizado naturalmente, simplificando assim a fotografia. A fotografia com orientação horizontal é adequada se pretender incluir o fundo. No entanto, se pretender realçar apenas a pessoa, recomenda-se vivamente o uso da orientação vertical.

    Utilizar a retroiluminação

    Outro ponto importante é o ângulo de iluminação. Nos retratos femininos, a pele e o cabelo podem ficar com uma aparência suave ao fotografar com retroiluminação. Para obter a retroiluminação adequada, evite as horas do dia em que a luz do sol é mais forte e fotografe durante a tarde quando a luz do sol começa a ficar mais fraca ou num dia nublado, se for possível. Se precisar de fotografar quando a luz do sol estiver mais forte, procure uma forma de atenuar a luz, como, por exemplo, fotografando debaixo de uma árvore.
    Por outro lado, se fotografar com iluminação frontal, serão criadas sombras no rosto e a expressão do objeto ficará séria devido à luz forte. Se conseguir controlar o ângulo de iluminação, tente criar retroiluminação.
    No entanto, se fotografar com retroiluminação, o rosto pode ficar escuro. Neste caso, ajuste a exposição através da função de compensação de exposição para a cara ficar suficientemente clara. Apesar de o fundo ficar um pouco esbranquiçado, irá realçar a atmosfera suave em torno do objeto.

    Distância focal: 200 mm/número F: 4.0/Velocidade do obturador: 1/400 s

    Este é o retrato de uma mulher captado com retroiluminação. O objeto é retroiluminado pelo lado esquerdo. Não há sombras indesejadas no rosto e a luz que brilha através do cabelo cria uma imagem suave e arejada.

    Experimentar lentes de distância focal fixa

    As lentes com distância focal fixa são recomendadas para desfocar ainda mais o fundo e para realçar apenas a pessoa. Uma vez que as lentes com distância focal fixa permitem que uma grande quantidade de luz entre na câmara, podem reduzir a desfocagem quando fotografa em situações de pouca luz e retratos.

    Distância focal: 35 mm/número F: 2/Velocidade do obturador: 1/400 s

    Com uma qualidade de imagem excecional, mesmo na abertura máxima de F1.8, esta lente de distância focal fixa de 35 mm compacta e leve para câmaras full-frame é uma escolha versátil para tudo, desde fotografia de mesa a atividades ao ar livre. O funcionamento AF rápido, preciso e silencioso e o seguimento AF fiável fazem com que seja adequada para captar vídeos e fotografias.

    Distância focal: 50 mm/número F: 2/Velocidade do obturador: 1/250 s

    Qualquer utilizador de uma câmara full-frame que leva a sua atividade a sério precisa de uma lente de distância focal fixa de 50 mm de grande abertura. Esta é uma escolha excelente e acessível. O design ótico é topo de gama para oferecer uma elevada qualidade de imagem e a abertura máxima de F1.8 permite produzir um deslumbrante efeito "bokeh" de fundo. Em estruturas com montagem tipo E de formato APS-C tipo E, proporciona uma qualidade igualmente elevada com uma distância focal equivalente de cerca de 75 mm.

    Distância focal: 55 mm/número F: 2.8/Velocidade do obturador: 1/640 s

    Esta lente fixa padrão com distância focal de 55 mm e abertura máxima de F1.8 produz o contraste e a resolução excelentes das lentes ZEISS® Sonnar para estruturas full-frame tipo E. Pode ainda criar belíssimos efeitos "bokeh" de fundo para destacar o objeto. A abertura máxima ampla e luminosa permite captar imagens sem tripé em condições de pouca luz e obter nitidez e clareza extraordinárias.

    Distância focal: 85 mm/número F: 1.8/Velocidade do obturador: 1/1600 s

    Não há nada como a nitidez e o efeito "bokeh" suave de uma lente de distância focal fixa de teleobjetiva de médio alcance bem concebida para captar retratos e, neste campo, a SEL85F18 é uma escolha brilhante. Apresenta um design compacto e leve para mobilidade, com ótica de elevado desempenho e uma abertura máxima de F1.8 que oferecem uma qualidade de imagem fantástica. Uma segunda lente excelente para utilizadores de câmaras full-frame e APS-C.