Saltar para Conteúdo

SLICE OF LIVING

One Slate

A estética artística da experiência One Slate

Uma TV pode ser uma obra de arte no contexto de uma sala de estar, um elemento do qual os utilizadores podem desfrutar. A Sony colocou essa ideia em prática com um novo design de TV inovador que se enquadra no espaço com um ambiente artístico.

Série A1

A graciosidade inimitável de um design de quadro único

O conceito Slice of Living integra elementos e costumes que sempre fizeram parte de uma "sala de estar" ideal e recria-os através de novas formas para criar produtos que se harmonizam naturalmente com o seu ambiente. Queríamos chegar ao ponto mais básico dessa essência. Queríamos levar a estética da TV para além dos conceitos tradicionais do mobiliário e do design de interiores. Deste modo, criamos o conceito One Slate, uma abordagem que condensa um determinado produto num quadro único, dando ao produto uma elegância natural para os utilizadores desfrutarem como uma obra de arte. Os protocolos padrão do design de TV deixaram de ser aplicados. Para criarmos um design capaz de transformar as salas de estar, sabíamos o que o design tinha de fazer: transformar a TV numa obra de arte.

Pureza na simplicidade

A arte é mais do que o aspeto apelativo – faz com que o espetador sinta algo. Essa foi a ideia básica que conduziu o processo de design para esta nova TV. À medida que formulamos conceitos para uma estética simples e minimalista no molde One Slate, consideramos que podíamos utilizar a tecnologia de monitor OLED para incorporar todas as diferentes funções no próprio ecrã e isso iria eliminar a necessidade de elementos distintos como colunas, moldura ou suporte. Para o áudio, incorporamos o som no ecrã através de uma nova tecnologia que gera o som através de vibrações no visor, consolidando a experiência visual e a aural num único quadro. A TV também teria de ter uma presença elegante e natural em configurações de suporte de montagem na parede, pelo que optamos por uma estrutura geral minimalista com um quadro de visor principal e um quadro de suporte na parte posterior. Todo o design consistiu basicamente nisso. Estética de design, imagem e som – quando junta estes três componentes num todo unificado, tem tudo o que precisa. É a experiência One Slate mais pura possível.

À procura da derradeira simplicidade para obter a derradeira experiência

O nosso papel era descobrir como proporcionar a derradeira experiência de visualização. A dúvida era simples: o que é que um visor precisa mesmo de ter? Chegamos ao ponto de termos de criar um formato totalmente novo, que se distanciasse da estrutura convencional do suporte e da moldura e nos permitisse redefinir a experiência geral. Se conseguíssemos alterar o aspeto das TVs, considerávamos que podíamos mudar a forma como as pessoas imaginam as suas salas de estar e até como vivem o seu dia a dia. Para alcançar essa transformação estética, optamos por uma combinação entre a máxima simplicidade e o epítome da experiência de visualização. Com este design, as pessoas vão poder explorar um mundo de novas possibilidades para a organização das suas salas de estar.

Tako, diretor artístico

Utilizar o vidro para aumentar a beleza estrutural

O conceito One Slate visa eliminar todos os elementos estranhos do design da TV para um maior envolvimento na experiência de visualização. Para tornar esse design minimalista uma realidade, decidimos recomeçar do zero e remodelar toda a estrutura da TV. Ao colocarmos o suporte e os terminais, que são componentes que normalmente ocupam a superfície posterior de uma TV, no interior do quadro de suporte posterior, por exemplo, fizemos com que a parte lateral do ecrã tivesse um perfil mais fino. A cobertura de vidro reforça a resistência da estrutura e proporciona um acabamento brilhante e requintado. O aspeto One Slate também é visível de qualquer ponto de vista. O quadro posterior é o mais estreito possível para ocultar as extremidades, mesmo num ângulo oblíquo. Também ajustamos a inclinação do ecrã para garantir um ângulo natural e uma experiência de visualização confortável. Ao reunir todos estes detalhes num design completo e sem elementos desnecessários, a TV faz mais do que apenas evocar uma obra de arte com uma silhueta elegante de quadro único. Também tem a versatilidade estética para ser colocada em qualquer sítio na divisão, não apenas num canto, e condizer com espaços de qualquer configuração, seja na parede ou numa superfície plana.

TV Sony A1
TV Sony A1
TV Sony A1
TV Sony A1

Materiais contrastantes adequados aos espaços

A fusão única de imagem e som da TV tinha de ser compatível com as salas de estar. Foi preciso obter todos os detalhes corretos, até aos materiais. Para o revestimento em alumínio dos lados do ecrã, encontramos a combinação perfeita de cor e polimento químico para obter um lustro que harmoniza com o material de vidro, mas mantém um toque discreto e delicado. A equipa organizou as colunas de vibração, localizadas no meio da superfície posterior, para obter um som ideal e formar uma barra horizontal sólida com o alumínio – uma funcionalidade de design que reforça a resistência da TV e proporciona ao produto um aspeto mais esguio. Para o quadro de apoio, utilizamos um tecido para contrastar o vidro com uma textura visual suave. O tecido também tem um propósito funcional ao atenuar os graves do subwoofer no painel posterior para alcançar uma presença aural mais profunda. Ao incorporar uma mistura diversificada de materiais predominantes na sala de estar, como o tecido, vidro e alumínio, a TV condiz naturalmente com o ambiente que a rodeia.

Tirar o máximo partido da colaboração cruzada

Com o conceito One Slate, o fundamental era a simplicidade. O formato e os detalhes teriam de ser simples. Considerando todos os elementos do design de uma TV, a otimização do design envolve um conjunto de complicações. Para nós, era difícil encontrar o equilíbrio entre os vários materiais, alinhar corretamente as texturas, encaixar um subwoofer grande numa configuração esguia e obter a estrutura de gestão de cabos fácil de utilizar para ter um aspeto excelente até à superfície posterior. Foi neste ponto que a colaboração teve um papel crucial – os designers e engenheiros juntaram-se para resolver todos os desafios em conjunto até que a TV finalmente obteve o respetivo design ideal.

Kuwao, designer

Imagem, som e aspeto – nem mais, nem menos. O novo design da Sony divide o conceito de TV na materialização da simplicidade funcional e estética, criando uma experiência de visualização inigualável. Tal como uma obra de arte cria o aspeto de uma galeria, a experiência One Slate muda a forma como as TVs e os espaços interagem.