Detalhe da história da Alpha Universe
Detalhe da história da Alpha Universe
Como fotografo
arquitetura, com Mike Will 

À noite, os edifícios adquirem um carácter diferente, todas as linhas, luzes e cores assumem novas formas. Por isso a cidade à noite me agrada tanto esteticamente. Procuro essencialmente as linhas condutoras nas formas. Estas linhas podem existir numa rua que conduz a um edifício ou na estrutura de um edifício, o que me interessa é que são um recurso que posso utilizar para chamar a atenção do espectador para a cena.

mike will sony alpha 7M3 longa exposição de automóveis na ponte da torre de londres

© Mike Will | Sony α7 III + 12-24mm f/2.8 GM | 0.8s @ f/3.5, ISO 125

Outro elemento que procuro são as anomalias. Pode ser algo simples, como todas as luzes de um edifício acesas à exceção de uma. Os humanos são bons a detetar estes padrões ou falhas nos mesmos, por isso, estes são pontos de focagem interessantes.

Para fotografar, prefiro não me preparar. Muitas vezes, quando quero fotografar um edifício específico, começo por explorar todos os ângulos e perspetivas diferentes. É uma experiência natural que me permite manter a criatividade. Se planeio uma fotografia com rigor, sabendo que o sol incide num ponto específico, num dia e hora em particular, aguardo e capto essa imagem. Mas se não tiver grandes expetativas, limito-me a disparar, já que não sei à partida como será o jogo de luz, sombras e reflexos.

mike will sony alpha 7RM3 olhar para o céu noturno entre quatro edifícios

© Mike Will | Sony α7R III + 12-24mm f/4 G | 1/100s @ f/4.0, ISO 2000

Este ano, quando estava em Times Square, em Nova Iorque, como qualquer turista, estava a olhar para cima e rodava a cabeça para observar todas as luzes de néon e edifícios gigantes à minha volta. Então, peguei na minha lente FE 12-24mm f/4 G e fotografei virado para cima, com os edifícios a conduzir o olhar para as luzes de trânsito no centro da imagem. Olhar para o alto oferece-nos quase sempre imagens interessantes, já que pouca gente costuma ver o mundo assim.

mike will sony alpha 7M3 interior de museu

© Mike Will | Sony α7 III + 16-35mm f/2.8 GM | 1/160s @ f/2.8, ISO 200

Também acrescentei a nova lente FE 12-24mm f/2.8 G Master ao meu kit e agrada-me o 1EV extra de luz. Gosto de fotografar com suporte manual com esta lente devido à quantidade de luz que obtenho e sei que posso levar a sensibilidade ISO ao máximo com a Alpha 7R III sem afetar a qualidade de imagem. Fotografo com suporte manual sempre que posso, pois dá-me mais liberdade para explorar, mas se quero captar uma fotografia de longa exposição ou de um astro, utilizo obviamente um tripé.

mike will sony alpha 7M3 castelo de bodiam à noite

© Mike Will | Sony α7 III + 20mm f/1.8 G | 30s @ f/1.8, ISO 2500

Recentemente, utilizei a lente FE 20mm f/1.8 para fotografar o cometa Neowise sobre o Castelo de Bodiam. Havia muitos elementos interessantes na imagem, mas tive de tomar decisões sobre como posicioná-los na cena. Sabia que o cometa passaria baixo no céu e também queria incluir o reflexo do fosso no fundo, por ser interessante, por isso preparei-me para captar o cometa no céu diretamente por cima dos torreões do castelo. Estruturalmente, queria que o castelo fosse o primeiro elemento a chamar a atenção para a imagem, depois as estrelas e, finalmente, o cometa.

mike will sony alpha 7RM3 edifício iluminado por holofotes à noite

© Mike Will | Sony α7R III + 16-35mm f/2.8 GM | 1/250s @ f/2.8, ISO 2500

Embora goste muito das minhas lentes super grande angular, no meu trabalho, utilizo também outras lentes. Aprendi a fotografar com uma lente de 35mm e ainda gosto de utilizar essa distância focal em fotografias mais convencionais. É importante saber qual a lente e distância focal a usar e, por vezes, isso advém apenas da experiência. Normalmente, levo a FE 24-70mm f/2.8 G Master no saco para cobrir uma variedade de distâncias focais e captar várias imagens em série para construir uma história. Também utilizo a lente FE 70-200mm f/2.8 G Master, mas devido ao maior tamanho e peso, só a levo comigo quando tenho a certeza de que a utilizarei, como quando fotografo arquitetura ou uma característica arquitetónica da altura de um terraço.

mike will sony alpha 7RM3 no interior de igreja a admirar os vitrais

© Mike Will | Sony α7R III + 12-24mm f/4 G | 1/30s @ f/4.0, ISO 2000

Um dos conselhos mais importantes que posso dar sobre fotografia de arquitetura é garantir que captamos corretamente todos os elementos antes de terminarmos. Tentar alinhar tudo perfeitamente quando utilizamos uma lente super grande angular pode ser uma tarefa delicada. Por exemplo, o Palácio da Justiça em Viena foi um sonho de fotografar. São tantas linhas. Fotografei a 16 mm. Com esta largura, temos de garantir que tudo está absolutamente no sítio, caso contrário não teremos tudo alinhado. Com a Alpha 7R III, utilizo sempre as linhas de grelha e deixo-as ativadas, pois garantem que as linhas ficam direitas, enquanto a guia de nível me permite verificar se a câmara está nivelada com o chão. Após fotografar, devemos ver novamente a imagem no ecrã antes de abandonarmos o local.

Produtos incluídos
ILCE-7RM3
Câmara full-frame α7R III de 35 mm com focagem automática

ILCE-7RM3

ILCE-7M3
α7 III com sensor de imagem full-frame de 35 mm

ILCE-7M3

SEL1224GM
FE 12-24 mm F2.8 GM

SEL1224GM

SEL1635GM
FE 16-35mm F2.8 GM

SEL1635GM

SEL1224G
FE 12-24mm F4 G

SEL1224G

SEL20F18G
FE 20 mm F1.8 G

SEL20F18G

Artigos relacionados
Mike Will
alpha universe

Mike Will

Reino Unido

Realize os seus sonhos, explore o mundo e desfrute do processo de fotografar a viagem que o levou até lá

Ver perfil


x