À conquista dos extremos

Andrea Frazzetta

Em Andrea Frazzetta é visível o estado de espírito que qualquer fotógrafo deseja sentir: o sentimento de missão cumprida com sucesso.

andrea frazzetta sony alpha 7RII mineiro com capacete iluminado transporta 2 cestas de pedra com enxofre

© Andrea Frazzetta | Sony α7R II | FE 16-35mm f/2.8 GM | 1/30s @ f/2.8, ISO 6400

A imagem em questão retrata um mineiro a trabalhar no vulcão do Montoe Ijen, na Indonésia. Retratando a saída da escuridão e do fumo de enxofre, com apenas uma luz de capacete a guiá-lo, Andrea sabe que esta é a fotografia mais importante do seu projeto. "Queria muito retratar os mineiros no meio do fumo, porque estas pessoas estão a desaparecer, literal e metaforicamente falando; com o progresso e o fim da profissão, chega o fim destas pessoas. É uma vida muito dura, mas este é o seu legado, a sua história. Queria transmitir este simbolismo do desaparecimento de uma cultura e este foi o momento em que o consegui. Sabia que esta era a imagem mais importante, o centro da minha história. Quando atingimos o nosso objetivo, a sensação é fantástica!"

Recuemos um pouco. Qual o motivo da presença de Andrea neste local? A sua história fotográfica "Sulfur Road" foi encomendada pela National Geographic Traveller e faz parte do seu projeto global intitulado "Beyond".

"O projeto «Beyond» é sobre a relação entre o ser humano e o ambiente. Mais especificamente, ambientes extremos", acrescenta em tom premonitório.

andrea frazzetta sony alpha 7RII nuvens de enxofre são expelidas da rocha

© Andrea Frazzetta | Sony α7R II | FE 16-35mm f/2.8 GM | 1/1000s @ f/3.5, ISO 6400

"Beyond" começou com um trabalho para o New York Times, que cobria a vasta depressão Danakil na Etiópia, uma área em que as placas tectónicas se movem, formando uma crosta fina de 5 km sobre as entranhas fogosas da Terra; um enorme deserto de sal, lagos de cores psicadélicas, vulcões ativos e temperaturas tórridas de 50 ºC.

andrea frazzetta sony alpha 7SII mineiros inspecionam interior de mina com lanternas coloridas

© Andrea Frazzetta | Sony α7S II | Sonnar T* FE 35mm f/2.8 ZA | 1/25s @ f/2.8, ISO 10000

Em condições tão extremas como estas, foi essencial para Andrea ter o kit certo. Para o projeto "Sulphur Road", utilizou a estrutura da α7R II e α7S II, beneficiando da combinação de qualidade de imagem e peso reduzido. O projeto de Andrea não abordava apenas os elementos físicos da Terra, mas também as pessoas que vivem e trabalham nesses locais. "Enquanto fotojornalista, as questões ambientais são para mim centrais e o meu objetivo é abordá-las. Há coisas a aprender. O planeta está a mudar rapidamente, por isso, talvez estas pessoas nos ensinem algo sobre sobrevivência."

andrea frazzetta sony alpha 7RII mineiro e as suas mãos entre uma pilha de pedras com enxofre

© Andrea Frazzetta | Sony α7R II | FE 16-35mm f/2.8 GM | 1/125s @ f/8.0, ISO 200

Depois de ser recrutado para o projeto "Sulfur Road", Andrea precisava de se aproximar dos mineiros. Por isso, como faria a maior parte dos fotojornalistas, o primeiro passo foi encontrar um guia local. "Independentemente da nossa experiência, continuamos a ser turistas. Chegava da Europa a uma cultura muito diferente e apenas tinha duas semanas para este trabalho." A necessidade de estabelecer laços com os indivíduos que fotografa tem um impacto na escolha do kit, por isso, Andrea utilizou dois tipos de zoom que lhe facilitaram esta ligação. "Utilizo as lentes 16-35mm f/2.8 e 24-70mm f/2.8, pois são as lentes que utilizei praticamente ao longo de toda a minha carreira! Por vezes, também utilizo a 35mm f/2.8 FE Zeiss Sonnar T*, extraordinariamente nítida, pequena e leve. Nunca utilizo lentes longas, porque o meu trabalho requer proximidade e um envolvimento na história."

andrea frazzetta sony alpha 7RII mineiro sobe encosta transportando cestas de pedra com enxofre

© Andrea Frazzetta | Sony α7R II | FE 16-35mm f/2.8 GM | 1/1000s @ f/3.2, ISO 200

Para este projeto, Andrea teve como guia um vulcanista que também era fotógrafo amador e, por isso, sabia bem o que era necessário. No entanto, embora o planeamento seja fundamental, "nunca sabemos o que vamos encontrar no terreno".

Diz-nos que é necessário saber reagir rapidamente e estar aberto ao imprevisível. "Queria subir ao cume do vulcão no primeiro dia, mas, como estava a chover, não foi possível. Mudámos de planos e ainda bem, porque pudemos visitar a aldeia dos mineiros e conversar com eles nas suas casas. Na segunda ou terceira noite, visitámos a mina, acompanhando a subida de um mineiro vulcão acima e a entrada na cratera." Foi muito compensador, pois foi aí que Andrea tirou as fotografias mais importantes. "Esse período foi muito importante, já que me aproximou das pessoas, o que melhorou as suas reações; não é novidade alguma na fotografia de reportagem, mas resulta!"

andrea frazzetta sony alpha 7RII mineiros envoltos em enxofre tapam a boca com panos

© Andrea Frazzetta | Sony α7R II | FE 16-35mm f/2.8 GM | 1/125s @ f/3.5, ISO 6400

Aí estava Andrea, no crepúsculo de um vulcão ativo, envolto em fumo escaldante, enquanto os mineiros transportavam cestas de pedra com enxofre a partir do lago no fundo da cratera. Um ambiente inóspito, apenas acessível após uma subida de 2700 metros e uma descida de 900 metros para dentro da cratera. Não é o tipo de subida a fazer com um saco de câmara com demasiado peso, pois não? "Não," ri-se Andrea, "mas as duas câmaras Sony Alpha que levo comigo nestas missões facilitam tudo".

andrea frazzetta sony alpha 7RII luzes dos capacetes dos mineiros brilham na atmosfera enevoada de uma mina de enxofre

© Andrea Frazzetta | Sony α7R II | FE 16-35mm f/2.8 GM | 1/30s @ f/2.8, ISO 6400

Perguntámos-lhe como é tirar fotografias num ambiente tão escuro e dinâmico.

"As principais fotografias dos mineiros no fumo foram tiradas com pouca luz. Precisava de retratar essa atmosfera, por isso, utilizei muito o ISO 6400 e 12 800. Por vezes, utilizo um flash externo, mas, nestes casos, teria estragado a atmosfera. Em vez disso, fotografei com grande abertura, a f/2.8 e com estes ISO elevados."

O que sentiu quando acabou de fotografar? "Os resultados eram extraordinários, foi uma experiência de conhecimento da câmara e funcionou."

Produtos referidos neste artigo

ILCE-7SM2

Câmara α7S II de montagem tipo E com sensor full-frame

ILCE-7SM2

ILCE-7RM2

α7R II com sensor de imagem full-frame com retroiluminação

ILCE-7RM2

SEL35F28Z

Sonnar® T* FE 35 mm F2.8 ZA

SEL35F28Z

SEL1635GM


FE 16-35mm F2.8 GM

SEL1635GM

Andrea Frazzetta
Alpha Universe

Andrea Frazzetta

Itália

"A fotografia é para mim uma ferramenta ideal de exploração, uma forma de descobrir o mundo, os outros e a mim próprio. Com cada fotografia, "tiramos" alguma coisa, mas também devolvemos alguma coisa, através do nosso envolvimento no que estamos a registar e da expressão da nossa própria perspetiva. Uma fotografia é como uma tomada de posição no mundo."

Ver perfil


x