cena urbana com luz quente do fim da tarde

Um novo olhar sobre a cidade

Davide Oricchio

Já alguma vez chegou a um monumento de uma cidade apenas para ser cercado por centenas de outros fotógrafos? Às vezes, ao viajar, ou mesmo ao deambular pela sua cidade natal, parece que toda a gente está a fotografar o mesmo da mesma forma. Contudo, a vida urbana é muito mais do que isso. Segundo Davide Oricchio, basta explorar, observar o que está à sua volta e dar asas à criatividade.

Um fotografo profissional de viagens e documentários, Davide move-se pelo simples desejo de descobrir coisas novas. Ser repetitivo não combina com ele. "Quando viajo," explica, "gosto sempre de experienciar novas culturas e de interagir com habitantes locais, mas não de uma perspetiva turística. Gosto de interagir, muitas vezes com um guia, que me ajude a descobrir novos lugares ou ir sozinho descobri-los de uma nova perspetiva. Assim, consigo contar uma história diferente, mais autêntica do que a perspetiva padrão."

antiga cidade italiana banhada por luz suave © Davide Oricchio | Sony α7 IV + FE 35mm f/1.4 GM | 1/640s @ f/5.6, ISO 100

Davide afirma que é uma abordagem que pode ser utilizada em qualquer lugar. Esta envolve simplesmente a exploração do entusiasmo da descoberta, em casa ou no estrageiro. As recentes fotografias da sua cidade natal, Roma, mostram a mesma sensação de novidade das cenas por descobrir que sentiria do outro lado do mundo. "O que se percebe," explica, "é que quando se está num lugar novo, está-se sempre a observar, à procura. As diferenças são visíveis em todo o lado e é interessante."

"O segredo," continua, "é ser apaixonado e aberto à descoberta e utilizar isso para fotografar também a sua cidade natal. Permanecer focado, em busca de momentos, detalhes e padrões de vida num contexto. Se imaginar que tudo é novo, poderá ser mais criativo no seu trabalho. Grande parte disso deve-se ao toque pessoal, novas perspetivas, a busca por novos locais, a exploração de áreas fora do turismo convencional ou fotografar os locais mais conhecidos em horários incomuns para que tenham um ambiente diferente."

flores vermelhas a crescer na esquina de um edifício italiano © Davide Oricchio | Sony α7 IV + FE 35mm f/1.4 GM | 1/100s @ f/5.6, ISO 100

Davide gosta de manter a sua abordagem o mais natural possível. Fotografa sobretudo manualmente, num processo descontraído. Para isto, utiliza frequentemente a FE 35mm f/1.4 GM, com uma lente que fornece uma perspetiva muito humana e documental. "Prefiro deixar-me levar pela energia da cidade. Ver até onde os meus pés me levam," explica. "Viver assim o momento é mais interessante do que seguir um itinerário!"

edifício branco austero com uma estátua no topo © Davide Oricchio | Sony α7 IV + FE 35mm f/1.4 GM | 1/640s @ f/5.6, ISO 100

"Quanto à FE 35mm f/1.4," continua Davide, "é uma lente capaz de captar um lado mais realista da cidade, sem ofuscar a sua beleza. A perspetiva que dá e a forma como transmite uma cena aproxima-se da visão humana e, por isso, proporciona uma ótima ligação documental. Já uma lente muito mais longa, por exemplo, pode comprimir o fotograma e ter o efeito contrário. É também uma lente muito versátil," elogia. "Permite fotografar vários tipos de fotografia: retratos, fotografia de rua ou até paisagem ou reportagem."

Com a lente montada na sua Alpha 7 IV, Davide sente que tem as ferramentas perfeitas para o seu tipo inovador de fotografia de viagem e uma câmara "que também é excelente tanto para fotografias como para vídeo, pois apenas preciso de carregar uma estrutura durante o dia todo. Uma verdadeira vitória para quem carrega malas pesadas em viagens para fotografar. A estabilização na estrutura da Alpha 7 IV também me permite gravar com a câmara na mão com muito mais nitidez em fotografias e suavidade em vídeo."

duas figuras a caminhar num caminho rural com árvores © Davide Oricchio | Sony α7 IV + FE 70-200mm f/2.8 GM OSS II | 1/1250s @ f/5.6, ISO 100

"Com uma resolução aumentada de 33 MP em comparação com a sua antecessora," continua, "a Alpha 7 IV também me permite imprimir com maior confiança. Aliada a isso, está a excelente ciência da cor que fornece diretamente da câmara. Consigo fazer tudo perfeitamente de acordo com o meu estilo de edição, desde a gradação de cores ao ajuste mínimo do brilho das minhas imagens!"

Todas estas funcionalidades ajudam Davide a chegar ao cerne da narrativa, um processo que interpreta como "passar uma mensagem através das imagens que capto. Algo com o qual o espetador possa estabelecer uma ligação. Se continuarmos a ver tudo da mesma perspetiva, torna-se aborrecido e não diz nada. Uma boa imagem precisa de mais do que simples estética. Assim, se adicionar, contexto, realidade e um toque pessoal, posso contar uma história mais interessante e mais rica. Por exemplo, quando um detalhe salta à vista, como videiras a crescer na lateral de um edifício, tal pode não parecer importante para quem está apenas focado na lista das atrações de uma cidade. No entanto, para mim, elas são emblemáticas da vida romana. A Alpha 7 IV é a ferramenta perfeita para me ajudar a dar vida a essa imagem e a captar essas perspetivas únicas de uma cidade".

Produtos incluídos

Histórias relacionadas

Inscreva-se para receber a sua newsletter α Universe

Parabéns! Subscreveu a newsletter α Universe com êxito

Introduza um endereço de e-mail válido

Lamentamos! Ocorreu um erro

Parabéns! Efetuou a subscrição com êxito