albert dros sony alpha 7RII árvore solitária de madrugada banhada em luz púrpura

Como fotografo | Cores na paisagem

Albert Dros

A cor é uma parte muito importante das minhas imagens de paisagens. Quer se trate de uma paisagem épica com corres incrivelmente vivas ou algo mais subtil, gosto de mostrar o quão incríveis a luz e a cor podem ser.

albert dros sony alpha 7RIII águia sobrevoa montanhas vulcânicas com luz cor de laranja forte

© Albert Dros | Sony α7R III + FE 100-400mm f/4.5-5.6 GM OSS | 1/320s @ f/7.1, ISO 100

Planear o local

Tudo começa com o planeamento.
Passo muito tempo a pesquisar os locais das minhas imagens de paisagem, especialmente no meu país, os Países Baixos.
Os nossos olhos devem estar sempre atentos aos locais, mesmo aqueles por onde já passámos centenas de vezes.

Há muitas formas de pesquisar os locais.
É possível encontrar praticamente qualquer local no Instagram ou no Google Images, para termos uma ideia da área e do tipo de luz que podemos utilizar.
Quando pesquiso locais menos conhecidos, utilizo o Google Earth.
Passo horas a pesquisar a paisagem e a procurar locais potenciais.
Quando chego a um local, costumo utilizar um drone para encontrar pontos específicos, em vez de consumir tempo e energia a procurá-los.
Para obter a cor certa, tenho de saber como será a luz.
Tenho de saber quando e onde nasce e se põe o sol ou a lua.
Para isso, utilizo principalmente a aplicação PhotoPills para conhecer o movimento da lua e do sol e saber como afetam a luz num dado local.

albert dros sony alpha 7RIII farol distante e sol nascente que espreita ao fundo

© Albert Dros | Sony α7R III + FE 12-24mm f/4 G | 13s @ f/10.0, ISO 200

Estou sempre atento às condições meteorológicas, pois influenciam muito as cores da fotografia. Se tudo correr como planeado e o tempo me ajudar, a luz perfeita será antes do nascer do sol e logo após o pôr do sol. É então que o sol pode ficar vermelho, cor de rosa ou púrpura, as cores fortes que adoro. Também fotografo de noite. O céu noturno tem muita cor e é possível captá-la com uma exposição longa, especialmente em zonas sem poluição luminosa.

No entanto, em geral, procuro combinações de cores. Azul e laranja é uma das minhas combinações favoritas; um mar azul com céu laranja resulta muito bem. Mas também podem ser pequenos objetos em primeiro plano que combinam com a cor do céu, como uma flor ou uma pedra; procure e utilize estes objetos nas suas composições.

albert dros sony alpha 7RIII montanhas distantes refletidas em lago com flores púrpuras em primeiro plano

© Albert Dros | Sony α7R III + FE 12-24mm f/4 G | 1/4s @ f/11.0, ISO 200

Uma forma de mover objetos mais pequenos e coloridos para o primeiro plano é ao utilizar lentes grande angular. Costumo utilizar a lente 12-24mm f/4 G a 12 mm. Quando nos aproximamos do chão com esta distância focal, apercebemo-nos das linhas e detalhes que podemos usar como objetos de primeiro plano. A 12 mm, o primeiro plano fica enorme, é como se fôssemos sugados pela imagem.

Outra lente que utilizo bastante é a Sony FE 100-400mm f/4.5-5.6 OSS G Master Lens. É uma das lentes de zoom mais nítido que já utilizei e fiquei fã! Quando fotografamos uma paisagem a 400 mm, temos de ser muito criativos: temos de olhar na distância e ver como os diferentes elementos da paisagem funcionam juntos. Fotografar com estas distâncias focais extremas obriga-nos a ser criativos, permitindo obter imagens mais especiais do que se utilizássemos uma distância focal padrão.

Antes utilizava as minhas lentes com uma Sony α7R II, mas evoluí para uma Sony α7R III. A resolução de 42,4 megapíxeis dá-me todo o detalhe de que necessito e a gama dinâmica destaca os detalhes nas sombras. Além da câmara, lentes e tripé, costumo levar comigo alguns filtros, mas raramente uso filtros ND graduados, pois costumo fazer uma exposição para realçar determinados elementos. Sei que na maior parte das vezes, a α7R III permite captar muito detalhe na sombra e que posso posteriormente realçá-lo quando edito as imagens.

albert dros sony alpha 7RII pequena igreja na sombra de montanha de picos cor de laranja

© Albert Dros | Sony α7R II + FE 55mm f/1.8 ZA | 1/1.6s @ f/11.0, ISO 100

Edição

Quando edito as minhas imagens, gosto de as processar para obter o melhor de uma cena.
Contudo, nunca crio uma cena artificial ao alterar o aspeto do céu.
Uso as minhas técnicas de processamento para apresentar a cena da melhor forma possível.
Para isso, utilizo o Adobe Lightroom para catalogar as minhas imagens e depois o Adobe Photoshop para o processamento, para ajustar a cor e o contraste e atenuar ou realçar áreas de uma imagem.

As pessoas dizem que há muito processamento na fotografia ou que uma imagem pode parecer artificial, especialmente, em cenas de pôr e nascer do sol.
Mas a luz e a cor natural podem ser incríveis e, por vezes, tenho de reduzir a saturação em partes de uma imagem.
O meu conselho é que acorde cedo e descubra o que a natureza pode oferecer.

albert dros sony alpha 7RII uma vila portuária colorida ao fim da tarde sob céu de nuvens vermelhas ao pôr do sol

© Albert Dros | Sony α7R II + 24-70mm f/2.8 GM | 15s @ f/9.0, ISO 50

Algumas sugestões finais:

Produtos incluídos

Albert Dros

Albert Dros | Netherlands

"Sou obcecado pela fotografia perfeita"

Inscreva-se para receber a sua newsletter α Universe

Parabéns! Subscreveu a newsletter α Universe com êxito

Introduza um endereço de e-mail válido

Lamentamos! Ocorreu um erro

Parabéns! Efetuou a subscrição com êxito